Home > A Oficina de réplicas

A Oficina de réplicas

Fósseis são raros na natureza. Dependendo da área geográfica em que uma cidade ou país esteja, as rochas sobre a qual se encontra podem ou não conter fósseis. O Brasil, se considerarmos sua grande extensão geográfica e o fato de conter diversas bacias sedimentares (áreas onde são depositadas as rochas sedimentares nas quais os fósseis normalmente ocorrem), é um país relativamente pobre em fósseis. Desse modo, no Brasil, são raras as oportunidades de coleta, e mesmo de observação de fósseis na natureza, para os estudantes secundaristas, universitários e paleontólogos amadores. Sendo assim, a Oficina de Réplicas, ligada ao Museu de Geociências e ao Laboratório de Paleontologia Sistemática do Departamento de Geologia Sedimentar e Ambiental IG/USP, preparou uma coleção de réplicas de fósseis para atender à grande carência de material paleontológico nas escolas de segundo grau e universidades. Tratam-se de réplicas de fósseis provenientes de várias regiões do mundo, representando parte da diversidade biológica preservada nas rochas desde o início da Era Paleozóica (570 milhões de anos atrás). A tabela do Tempo Geológico no final desta apostila ajudará o leitor a localizar-se no tempo. Acompanhadas de ilustrações, boa didática, leitura e interesse pessoal, as réplicas contidas nesta coleção estimulam o pensamento de pessoas de todas as idades, ensinando conceitos sobre o tempo geológico, evolução, extinção, paleoclimas, paleogeografia etc, como nenhum outro objeto didático é capaz de ensinar.